Gentileza gera gentileza

Todos sabem que gentileza gera gentileza. E no trabalho essa regrinha também super vale. Ambiente de trabalho não é fácil, excesso de trampo, multitarefas, pouco tempo e a maior pressão. Uma loucura. Fácil ficar nervoso, perder a cabeça ou sofrer em silêncio. Ou viver abatido, como um ser anestesiado. Nesse estado de coisas, é difícil lembrar de ser gentil, genuinamente gentil com quem te cerca. Seus colegas, seus subalternos ou superiores, chefes, ou quem quer que passe por você.  No escritório, no elevador, na rua.

A vida fica mais leve quando a gente é gentil.  Um bom clima de trabalho ajuda cada um a se desenvolver pessoal e profissionalmente. E como a gentileza está ligada ao gene que libera a dopamina, neurotransmissor que proporciona bem-estar, você ainda corre o risco de se livrar de qualquer estresse.

Tem que ser sincero e fazer vir do coração

Você passa mais da metade do seu dia no trabalho. Conte o número de horas na semana, no mês, no ano e perceba que seu trabalho ocupa bem mais que metade da sua vida. Então porque não viver com qualidade, tendo boas relações com as pessoas que estão perto? Ser proativo, colaborar, fazer um favor, ser gentil e se interessar por  quem está ao seu lado… Isso é o básico do viver bem.

E a relação que você cria com outros profissionais sempre vai ajudar, facilitar negociações, trazer novos relacionamentos e abrir portas. Fazer isso de verdade é fundamental, tem que vir do coração. Seja gentil desinteressadamente. Não dá pra fingir durante a maior parte da sua vida. Isso seria jogar a vida fora.

Ser gentil não significa que você não vai se impor

É preciso saber diferenciar entre ser gentil e deixar que abusem dessa gentileza.  Ser delicado com as pessoas é uma força e não uma fraqueza. E a linha não é tão tênue assim. Você pode ser gentil sem perder seu poder, e ter poder sem perder a ternura. E isso inclui aprender a dizer não. Isso pode não ser fácil pra muita gente. Muitas vezes a gente quer agradar demais e corresponder às expectativas de todo mundo. Mas falar não é um direito e uma forma gentil de sermos coerentes com nós mesmos.

Bom para qualquer empresa

Fomentar a gentileza num ambiente de trabalho traz mais produtividade e prazer de trabalhar. As empresas modernas hoje se preocupam com a qualidade de vida de seus funcionários.  Junto com suas metas, lucro e posição de mercado, as empresas do bem, querem que as pessoas trabalhem felizes e o novo ranking mais importante é o de estar entre as melhores empresas para se trabalhar.

Voltar

Compartilhe com seus amigos

6 Comentario(s)

NatalieWouters disse:

Consegui ainda uma super promoção de 50% de desconto. Senti alívio da dor desde a primeira aplicação e em poucas semanas já tinha recuperado a mobilidade! Manuela F., Porto: Estou muito satisfeita com os resultados de este produto. Procurei comentários de consumidores e percebi que todos tinham um feedback positivo. http://parazity.info/ A droga pode ser usado como um tratamento de parasitas, e a prevenir o seu aparecimento. O remédio para vermes Bactefort tem os неоспоримыми vantagens: De alta qualidade. A fórmula deste medicamento foram patenteados e certificados, para que você possa ter a certeza de eficácia e segurança desta ferramenta.

Graça Goltara disse:

Adorei o texto. Sempre gostei de trabalhar com o público. E como você mesma diz, a delicadeza é uma força e não uma fraqueza. Um simples sorriso pode quebrar a raiva que um desconhecido tenta passar para você por ter se aborrecido com a empresa na qual você trabalha. Na aviação, especialmente, sentia muito isso. O passageiro embarcava furioso porque o voo estava atrasado, ou porque não se sentiu bem atendido ou porque a conexão atrasou..enfim, muitas situações. E nessa hora, entra a gentileza, a sabedoria de lidar com aquele momento de profundo stress. E como é gostoso essa mesma pessoa chegar ao seu destino mais tranquila e ao desembarcar te agradecer pelo carinho e atenção. Gratificante. Assim como os colegas de equipe. Quando todo mundo estava entrosado na tripulação o voo saia “redondinho”, perfeito. Quando um colega estava de mal humor, parecia que contaminava até os passageiros. Mas não há turbulência que dure muito tempo e tudo voltava ao normal. Trabalhar naquilo que se gosta é muito, muito prazeroso. Nem parece trabalho. Boas energias e vibrações positivas são essenciais em qualquer ambiente de trabalho. São essenciais no nosso cotidiano, essa é que é a grande verdade.
Adorei ler isso.
Um beijo grande
Graça

Eliana Ignácio de Souza Silva disse:

Antes eu reclamava que as pessoas não eram gentis comigo, mas percebi que eu também não era gentil.
A mudança começou comigo, comecei a ser mais gentil com as pessoas e automaticamente foi recíproco a gentileza para comigo.

Fátima disse:

Siiiiiiimmm! Concordo, eu planto essa semente entre meus familiares. Gentileza começa em casa. Gratidão 💜

Anna Lia disse:

Esse texto é perfeito, muito verdadeiro… Eu trabalho em um escritório onde a “gentileza gera gentileza”, em que as pessoas se preocupam com as outras, te ensinam a fazer as coisas e não guardam conhecimento para si. Meus chefes são pessoas intrinsecamente boas. Tudo o que faço lá é de coração e isso afeta toda a minha vida, especialmente fora de lá. É uma energia que contagia, todas as pessoas acabam evoluindo.
Já trabalhei em outro lugar em que o ambiente era totalmente o inverso de onde estou agora e por mais que eu me esforçasse,era muito difícil ser gentil (não era de coração) e no final do dia tudo era automático, minha vida fora de lá era automática… Até que eu parei pra pensar e vi que estava tudo errado (na época estava lendo “Jogo da Felicidade”) e pedi demissão.rs

Antônio Fernando disse:

Engraçado que moinhos tenha me dito muito mais do meu trabalho do que todo o texto acima… Aliás, o texto usa o famoso “se impor”, tão arraigado e com tantas mensagens subliminarmente negativas… Creio até que a felicidade está em nos preocuparmos menos com o que parecemos para as pessoas…

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Dinheiro