De olho nas gôndolas

Nem sempre é fácil fazer compras de supermercado quando se tem celíacos em casa. Apesar de na maioria das vezes os alimentos industrializados sem glúten ocuparem gôndolas ou até corredores específicos, eles normalmente dividem espaço com produtos para outras restrições alimentares, como sem lactose, naturais e orgânicos e até dietéticos. Então, é preciso ter cuidado porque a chance de acabar se confundindo é grande. Para evitar problemas, é preciso ficar mesmo de olho nos rótulos. Eu mesma, quando comecei a procurar os itens gluten free, ficava bem confusa. No Brasil, já temos iniciativas para tentar facilitar a vida dos celíacos. Em Porto Alegre, por exemplo, uma lei de 2015 passou a determinar que os mercados locais destinem um espaço específico para os produtos sem glúten.

É claro que, com o tempo, a gente vai se acostumando à organização dos mercados e também já passa a conhecer as marcas e os produtos favoritos. Mas até chegar a esse ponto, tem uma caminhada longa, principalmente para quem, assim como eu, nunca tinha dado muita bola para essas gôndolas especiais… É preciso mesmo estar atento às letras pequenas. Tenho notado que há uma tendência tanto da indústria quanto do varejo para deixar as coisas mais simples e claras para o consumidor. E já existem pesquisas indicando que isso vem acontecendo porque as empresas entenderam que há um grande mercado para produtos gluten free.

Célia & Cá Viajantes da vida sem glúten @viagemglutenfree viagemglutenfree.com/
Voltar

Compartilhe com seus amigos

0 Comentario(s)

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Beleza