O famoso mexa-se

Tem dias que parece que o Universo envia todos os desafios de uma vez. Nesses momentos precisamos de muito foco e transparência, para compreender que não existe acaso e que o que quer que estejamos vivenciando, tudo tem um propósito para nossa evolução.

As vezes podemos sentir que perdemos energia com algumas situações e é realmente difícil sair desse estado. Porém alimentar emoções e pensamentos densos como tristeza, raiva, rancor é muito autodestrutivo e não há cura melhor do que o movimento.

Portanto, quando se sentir assim, utilize daquela famosa ferramenta mágica chamada “mexa-se”.

Tome um banho, de mar ou no chuveiro, e deixe ir embora as más águas, mágoas que não te acrescentam em nada.

Faça algum exercício e libere endorfinas, como yoga, caminhada, bicicleta, que com certeza vão aumentar sua sensação de bem-estar.

Permita-se ter um momento de autocuidado, purificando e hidratando sua pele por onde absorvemos tantas coisas e também os cabelos, elevando a sua autoestima e segurança.

Beba água e se alimente de algo leve, que é como você quer se sentir.

Faça respirações lentas e profundas por alguns instantes, sentindo seu coração bater, isso é um fator primordial para transmutar nossa frequência.

Além de tudo isso, perceba se há em você uma auto sabotagem que não quer sair dessa “vibe” negativa por algum motivo e compreenda que esse inimigo interno é o pior que se pode ter. Pois se identificar com papéis de vítima ou vilão em qualquer situação não nos leva a lugar nenhum.

Uma vez que começamos a nos observar, proporcionamos a expansão da nossa consciência. A partir desse estado, toda e qualquer cura já está acontecendo. Confie no seu processo.

Carla Labate Atriz, professora de yoga e meditação, com o propósito de compartilhar consciência através da arte labate.carla@yahoo.com.br

Voltar

Compartilhe com seus amigos

1 Comentario(s)

Carla Labate disse:

Oba ♡ Obrigada sempre

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *