Somos de todas as cores

Vamos fazer uma pequena reflexão sobre um dos temas mais importantes do nosso planeta: o racismo, o preconceito.

Como é possível julgar alguém pelo tom de sua pele? Existem tantas tonalidades nas cores de todas as peles, que sentido isso pode ter? E se a criação do mundo fosse ainda mais abrangente e existissem ainda mais cores de peles nas pessoas? Gente roxa, verde, vermelha? Que cor seria considerada supremacia? Que cores sofreriam preconceito? Os azuis, os laranjas? Se tivéssemos formatos e padrões mais complexos? Se a pele fosse listrada, de bolinhas, xadrez?

Não deveríamos olhar com deslumbramento tamanha diversidade? Ver todas as misturas e combinações e compreender que juntos somos mais lindos?

Se todas as gamas do arco íris fossem as nossas diferentes raças, a humanidade seria mais alegre. E gente feliz não é racista, não tem preconceito. Gente feliz abraça as diferenças.

Voltar

Compartilhe com seus amigos

3 Comentario(s)

Luiz Otavio de Carvalho disse:

HUMANOS NÃO SÃO MEDIDOS PELA COR DA PELE, MAS SIM PELAS ATITUDES DIANTE DAS REGRAS DE CONDUTA MORAL E SOCIAL.
RACISMO NÃO EXISTE, MAS SIM HUMANOS IRRACIONAIS QUE SE JULGAM SUPERIORES A TODOS QUE CAMINHAM PARA O TÚMULO NA TERRA COMO ELE.
“DO PÓ VIESTE E AO PÓ TORNARÁS”; ETERNO EM NÓS, SÓ A CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL SEMELHANTE AO CRIADOR, QUE O CRISTO YESHUA AFIRMA SER ESPÍRITO(BIOENERGIA CONSCIENTE).

Cassia Romilda disse:

O carater esta na pessoa, nao na cor da pele e na sua orientação sexual!

Graça Goltara disse:

“Gente feliz abraça as diferenças”. Concordo plenamente. O que tem a ver a cor da pele de uma pessoa com o que ela é? A sua essência, o seu caráter? Fico indignada com esse preconceito que ainda persiste em pleno século 21. Infelizmente o ser humano tem muito o que aprender e melhorar. Só sei que vivemos debaixo de um mesmo céu e que somos todos iguais e diferentes. E isso é incrível. E que a vida passa rápido, todo mundo um dia vai embora… Bora banir o preconceito! Vamos nos unir no amor, no carinho e na alegria. Com certeza o mundo seria muito mais saudável. Um beijo grande Bruna.

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado.