“Vacina” Anti-cio

Infelizmente ainda não foi proibida a venda desse tipo de medicação, talvez pelo desinteresse que os órgãos públicos fiscalizadores apresentam pelo mercado pet. E vejam que esse é o mercado que não entra em crise, sem dúvida um dos que mais crescem em nosso país.

A verdade é que a tal “vacina anti-cio” não é uma vacina e sim hormônios que impedem a ovulação.

A pergunta é: será seguro aplicar isso na minha cadela ou gata?

A resposta é NÃO!!!!

Por inúmeros motivos e o primeiro é que essa medicação pode ser comprada por qualquer pessoa sem prescrição médica, ou seja, sem receita veterinária. Outro motivo é que esse tipo de medicamento tanto injetável quanto em comprimidos desequilibra o sistema endocrinológico causando uma série de alterações e malefícios às fêmeas, posso enumerar:

1) Piometra (infecção uterina que pode levar a fêmea a morte);

2) Tumores uterinos;

3) Tumores de mama;

4) Hiperplasia mamaria com apenas uma aplicação (aumento anormal das mamas);

5) Inflamação uterina com apenas uma aplicação;

6) Pseudociese (gravidez psicológica);

7) Diabetes;

8) Síndrome de Cushing (aumento anormal do cortisol);

9) Morte fetal e muitas vezes morte da própria fêmea.

São muitos os motivos para não aplicar essa medicação!!!

A castração feita em local apropriado e autorizado pelos CRMV (conselhos regionais de medicina veterinária) e pela vigilância sanitária é a melhor forma contraceptiva que você pode oferecer ao seu animal de estimação.

Quando essas medicações são usadas durante o cio ou mesmo em fêmeas já prenhes o efeito ainda é pior podendo levá-las a morte.

A desinformação é sempre o maior problema, e alguns comentários descabidos, como por exemplo “não castro minha cadela, porque ela tem direito a gerar filhos”, ou “não castro o meu macho pois deixará de ser homem” Animais não têm necessidade fisiológica de reprodução e acasalamento. Eles são estimulados por feromônios que levam os machos a se sentirem atraídos pelas fêmeas e, assim, acasalam.

Não há desculpas! Se você tem um animal você é responsável por ele e não o balconista do petshop.

Castre e NÃO utilize essa tal vacina “anti-cio”

 

Diogenes Augusto Consolino Médico Veterinário, clínica e nutrologia veterinária. Diogenes.consolino@hotmail.com
Voltar

Compartilhe com seus amigos

4 Comentario(s)

JORGE ALENCAR CHORBA disse:

Falta opinião de mais veterinários.
Estamos tendo dia a dia mais abandono de animais por irresponsabilidade de donos que simplesmente os deixam procriarem.
Se realmente a vacina faz tanto mal, qual a razão de ser vendida mundo afora.

Andréa disse:

👏👏👏Ótima explicação, castrar é um ato de amor !

Stefany disse:

Esse é um assunto muito importante de ser trazido ao público, parabéns pelo trabalho! Ficou incrível 👏🏻👏🏻 … Meu cachorrinho nasceu sem as duas patinhas da frente por conta dessa “vacina”, um irmãozinho dele nasceu igual a ele e morreu e mãe dele morreu depois de 20 dias que ele nasceu 😢 Então é de extrema importância falarmos sobre esse assunto, para promover conhecimento ao maior número de pessoas!

Magali Roxo Portasio disse:

Muito esclarecedora a mensagem, antes de qualquer procedimento em nossos pets por conta própria, devemos consultar um veterinário

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Relacionamento