Enxergar o invisível

A gente acredita que enxerga com clareza todas as coisas que vê, mas na verdade tudo o que vemos possui uma conotação baseada em nosso código de interpretar aquilo. As cores, por exemplo, são interpretações que o nosso cérebro faz da leitura da luz. Luz é energia, matéria é energia. Tudo em volta de nós é energia, mas nós temos limitações para enxergar toda essa energia que nos cerca. Vemos um espaço vazio que, na verdade, não está vazio. Está repleto de bilhões de partículas que se movimentam ininterruptamente, mesmo que não possamos ver. Não vemos, por exemplo, a energia elétrica em volta de nós, mas podemos ver a luz que acendemos graças a ela. Não vemos as ondas eletromagnéticas, as faixas de frequência, as ondas de rádio, e tudo o que nos cerca, mas isso tudo faz parte do nosso cotidiano. Fótons são partículas luminosas e nossas células têm capacidade de detectar ou melhor, interpretar apenas algumas faixas dessa energia. E isso já nos deslumbra.  Através do tempo e das descobertas, o nosso conhecimento já evoluiu muito. Se olharmos através de um microscópio, ou de um potente telescópio podemos enxergar um pouco do que não é perceptível a olho nú, mas mesmo assim, essa infinita massa energética ainda está fora do nosso alcance.

Mas, mesmo sem altas tecnologias e sem super poderes, existem alguns exercícios que nos conectam com a energia que nos cerca. Que fazem vibrar melhor a nossa frequência e compreender melhor as várias faixas que sintonizamos. O exercício da Meditação faz uma limpeza profunda na nossa mente. O nosso ser, acostumado com um estado vibracional, capta sem um filtro, muitas coisas que se acumulam em nossa mente e das quais precisamos nos livrar. Nosso cérebro trabalha sob estímulos acelerados e precisa de descanso para compensar esse desgaste diário. Quando relaxamos a mente e fazemos um trabalho espiritual, a nossa visão se torna mais limpa e às vezes conseguimos, por alguns momentos, ter uma percepção, um flash dessas partículas de luz ao nosso redor. A gente consegue enxergar a energia. A mente consegue visualizar uma faixa de luz azul, índigo, violeta que se expande e expande a nossa consciência. Não confie só no que você conhece e nem acredite só no que você vê. Todos temos o poder de perceber o invisível, mas ainda não desenvolvemos essa possibilidade. Nossa viagem maior por agora não é apenas através da ciência, mas do recurso da nossa intuição, criatividade e imaginação.

Voltar

Compartilhe com seus amigos

2 Comentario(s)

Edna Ribeiro disse:

Grata por compartilhar!

Rita Ribeiro disse:

Gratidão pelo ensinamento. A pouco tempo comecei a descobrir a realidade quântica. Estou amando.

Muita Luz pra vc .

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *