Você tá acordado?

Chega um momento em que todo ser que pulsa, aqui na nossa Terra, questiona. O que viemos fazer aqui? O que querem dizer todos esses sinais que recebemos, quase sempre sem perceber. Do vento, das folhas, dos pássaros, das placas dos carros, dos nomes das ruas, da luz que pisca, ou da tv que fala junto com a gente.

Diz um grande Mestre que tive a honra de encontrar no meu caminho, que quando começamos a perceber as sincronias, os milagres começam a acontecer.

Sabia que dá pra escutar o barulho da grama crescer? O som do bater das asas dos pássaros? Que quando uma flor se abre parece uma bailarina? E que o zumbido da abelha pode ser quase um mantra?

Em meditação as vezes quase dá pra ouvir o coração da Terra batendo junto com o meu. E nesse despertar de que a Terra é viva, e que tudo aquilo que tem vida é uma parcela divina, comecei a escutar o chamado da nossa mãe clamando por acolhimento, através de tsunamis, furacões, terremotos, vulcões em erupção.

As vezes as mães tem que ser um pouco duras pro crescimento dos filhos.

Parece distante conseguir amenizar catástrofes naturais, mas tá bem na nossa cara. Na escolha de um orgânico que não nos envenena, no ser responsável pelo seu lixo, na energia limpa, no plantar de uma árvore, na escolha de não comer tanta carne, que é resultado de uma indústria causadora de um gigante desmatamento, na pressão às grandes empresas e governantes nas ruas e na grande REDE social que nos conecta… São infinitas possibilidades. De escolhas e consequências. Nós somos 7 bilhões e meio de pessoas. Depende de nós.

Tudo quanto fere a Terra, fere também os filhos da Terra. Mas você tá acordado?

Carla Labate Atriz, professora de yoga e meditação, com o propósito de compartilhar consciência através da arte labate.carla@yahoo.com.br
Voltar

Compartilhe com seus amigos

1 Comentario(s)

Vera disse:

Lindo texto!!👏👏

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *