7 hábitos conscientes

As pessoas muitas vezes tem uma visão distorcida do que é meditação, quando na verdade, pode ser feita em qualquer lugar por qualquer pessoa e é muito mais simples do que parece. É uma ótima maneira de se acalmar e se concentrar em momentos de angústia, ou apenas uma ótima maneira de refletir sobre sua vida e as escolhas que você fez e fará no seu futuro. Vamos compartilhar aqui alguns hábitos conscientes ligados ao espírito de Mindfulness que você pode executar na sua vida.

1. Não julgue

“Mindfulness significa consciência, não-julgamento de momento a momento, é cultivada refinando nossa capacidade de prestar atenção, intencionalmente, no momento presente, e então, sustentando essa atenção ao longo do tempo da melhor forma que pudermos. No processo, nos tornamos mais em contato com a vida enquanto ela se desdobra.” - Jon Kabat-Zinn. Ao adotar uma atitude de não-julgamento, podemos escapar de nossos padrões de pensamento condicionados e experimentar a vida em primeira mão, sem filtro.

2. Aceitação

”Devemos estar dispostos a encontrar a escuridão e o desespero quando eles aparecerem e encará-los, uma ou outra vez, se necessário, sem fugir ou nos entorpecer nos milhares de maneiras que evocamos para evitar o inevitável.” - Jon Kabat-Zinn. A aceitação não é passiva, é um ato de compreender que as coisas são como são. Ao resistir ao modo como são as coisas, estamos nos deixando abertos a grandes sofrimentos mentais e emocionais. Quando sentimos emoções negativas, não precisamos resistir. Ao reconhecer essa negatividade, podemos tratá-la sem julgamento. A mudança só pode vir depois da aceitação do modo como as coisas estão agora.

3. Paciência

“Paciência é uma forma de sabedoria. Isso demonstra que entendemos e aceitamos o fato de que, às vezes, as coisas devem se desdobrar em seu próprio tempo.” - Jon Kabat-Zinn. Olhar para o futuro é um hábito que as pessoas fazem com frequência, não permitindo que aproveitem o momento presente. A vida moderna fez com que muitas pessoas corressem pela vida e para o próxima acontecimento, não aproveitando totalmente o que têm no momento.

4. Não-esforço

“Respire e deixe estar.” - Jon Kabat-Zinn. A lição mais profunda da meditação é simplesmente ser. Nós não precisamos controlar, manipular ou mudar as coisas, basta ir com o momento. Lao Tzu, o pai do taoísmo, disse: "Eu não faço nada e tudo é feito". Vivendo no momento e não tentando manipular cada coisa à nossa volta, estamos avançando sem ter que fazer nada.

5. Gratidão

“Eu diria que os agradecimentos são a mais alta forma de pensamento; e essa gratidão é felicidade duplicada pela maravilha.” - J.G.K. Chesterton. Em vez de pensar "e se?", Precisamos apreciar o que temos agora e onde estamos na vida. Concentre-se nos aspectos positivos da sua vida com humildade e prazer.

6. Deixando ir

“Desistir significa desistir de coagir, resistir ou lutar, em troca de algo mais poderoso e benéfico que resulta de permitir que as coisas sejam como são, sem ser apanhadas em sua atração ou rejeição por elas, na viscosidade intrínseca de querer, gostar e não gostar. É como deixar a palma da sua mão aberta para desarmar algo que você estava segurando.” - Jon Kabat-Zinn. Desenvolver uma atitude de deixar ir, ou não-apego, é fundamental para a prática da atenção plena. Por apenas querer manter o que é positivo em nossa experiência e rejeitar o negativo, é como viver no piloto automático.

7. Mente de principiante

“Na mente do principiante, há muitas possibilidades, mas no especialista há poucas.” - Shunryu Suzuki. Muitas vezes deixamos nossas crenças sobre o que "sabemos" obscurecer nossa visão de ver as coisas como elas realmente são. Toda vez que você começar a meditar, trate como se fosse sua primeira vez. Mantendo a mente de um principiante, nos abrimos para infinitas possibilidades que não são retidas por quaisquer certezas e nos é permitido vivermos livres. A atenção plena e a meditação podem se encaixar em qualquer estilo de vida, para melhor viver sua vida e mergulhar completamente em cada experiência em sua vida.

Voltar

Compartilhe com seus amigos

4 Comentario(s)

Anna Lia disse:

Obrigada! Gostei muito desse post!! Eu tenho dificuldade de meditar porque me cobro muito de estar prestando atenção na meditação… E quando percebo já estou com a mente dentro de um turbilhão… Mas quando me desligo e começo agradecendo tudo, a meditação vira quase que uma oração e me sinto muito feliz, mas não sei se chega a ser uma meditação…

Luciane disse:

Adorei os 7 ensinamentos ou passos vivendo e aprendendo bjs de sua fã

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *