Amor aquece

Durante a noite de mansinho, sinto o toque delicado das patas daquela pequena gata, tentando abrir um espaço em um pedacinho da coberta que naquela hora chegava até o meu pescoço. Sinto minha respiração profunda, e abro parte de um só olho pra ver o que queres a felina. Era pra se acolher, perto do meu coração, quente.

Um toque quase consciente do cuidado necessário pra não acordar a humana. Toque de um animal com frio, querendo se esquentar, debaixo das duas cobertas quentes em cima de um corpo, que por escolha vestia apenas um blusão de linha com mangas compridas. As meias de lã eu já havia chutado pro fundo da cama – minhas meias nunca duraram a noite toda.

Levanto a coberta pra facilitar o trajeto da gata e sinto o vento frio, presente dentro do quarto que atravessa os tecidos e toca minha pele.

E quase como um susto de consciência, sou arrebatada por um sentimento misto de tristeza e gratidão por estar naquela cama quente e pensar que algumas pessoas não tinham sequer um cobertor, quanto mais o luxo de escolher dormir com ou sem meia naquele frio.

Abro meus olhos e vejo sincronicamente os olhos da gata fechando. Já estava se aquecendo, apesar do focinho ainda estar gelado. Sinto amor por ela e agradeço mais uma vez por minha família e meus animais estarem todos protegidos do frio.

Ainda nem inverno é, e estes ventos tem deixado as orelhas e focinhos dos meus filhos de quatro patas quase congelando. Os animais de rua devem estar procurando abrigo, todas essas noites.

Amanhã vou separar cobertores e casacos pra doar pra quem não tem ninho.

3h26 da manhã e cá estou eu. Com esse amontoado de cobertas e palavras em uma oração humilde, pra quem sabe, nessa madrugada silenciosa e fria, Deus possa ler meus pensamentos baixinhos enquanto escrevo, e então aqueça as pessoas e os animais das ruas com amor.

Amor aquece sim, ô se aquece. Mas uma coberta também cai bem.

Carla Labate Atriz, professora de yoga e meditação, com o propósito de compartilhar consciência através da arte labate.carla@yahoo.com.br

Voltar

Compartilhe com seus amigos

3 Comentario(s)

Jerrold disse:

Its like you read my mind! You seem to know a lot about this, like you wrote the book in it or something.
I think that you could do with a few pics to drive the message home a little
bit, but other than that, this is magnificent blog. An excellent
read. I will certainly be back.
viagra

Carlos disse:

Eu, so prósigo meu caminho, EU nao acredito en amor oculto, que fica oculto eu nao creio en ese tipo de amor, o amor pra mi e ficar juntos procurarse o uno do otro tratar de ficar unidos, más que clase de amor e ese de ocultarse, de nao aparecer?? Iso e Uma mentira nao e amor, EU continuo como distraerme para esquecer todo, EU me refugio en meu trabalho, agora to viajando a otro pobló a trabalhar asín descansa mía mente de pensar, EU vo a trabalhar, nao vo a procurar a ninguma mulher, EU ainda to solcinho, Nao sei a quein to escrevendo, so escrevo.

Comente esta publicação:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Relacionamento

Sexo